Olhar Para o Alto !

É preciso olhar para o alto não apenas por falta de opção, como acontece com a pessoa que está num leito de enfermidade sem a possibilidade de ficar de lado, mas em todos os momentos da vida.

Olhar só para baixo facilmente leva ao desespero, ainda mais se você é cidadão gaúcho. O amado Rio Grande do Sul, dizem seus governantes, está falido! E se você mora em Porto Alegre, saiba que nos últimos dez anos os homicídios aumentaram 67%. E se você reside no Bairro Petrópolis, tem mais chance de ter o carro roubado, pois as incidências desse tipo de delito são constantes aí, contribuindo para que esse número chegue a 44 carros roubados por dia.

Olhar para dentro de si talvez seja mais desesperador, particularmente quando a pessoa inventa discutir consigo mesma. Aí, segundo o pensamento de Lutero, “três imagens podem atormentar: a imagem da morte, a imagem da culpa, a imagem da condenação”.  Parece que o salmista que compilou o Salmo 130, depois de ver em si um tormento desses, olhou para o alto e disse: “Das profundezas clamo a ti, Senhor… contigo está o perdão…. a minha alma anseia pelo Senhor”. Uma oração dessas só é compreensível para quem está em profunda necessidade de perdão e proteção, pois nessa questão só Deus, que colocou a nossa culpa no seu Filho, pode ajudar.

Quem tem que olhar para baixo é Deus. E quanto mais no fundo do poço estivermos, mais longe vai o seu olhar para nos resgatar e sarar. Ele olhou para baixo e viu a miséria humana caída um pecado a ponto de seu filho Jesus descer do céu e habitar entre nós. Ele tem combustível a nossa fé e nos desafia à confiança total no Pai celeste: “Por acaso não é verdade que dois passarinhos são vendidos por algumas moedinhas? Porém nenhum deles cai no chão se o Pai de vocês não deixar que isso aconteça. Quanto a vocês, até os fios dos seus cabelos estão contados. Portanto, não tenham medo, pois vocês valem mais do que muitos passarinhos” (Mt 10.29-31).

Olhar para o alto, não só por falta de opção, mas em todos os momentos faz parte da nossa vida de fé em Cristo para suplicar, louvar e agradecer. O Salmo 121 é uma inspirada oração: “Elevo os olhos para os montes: de onde me vem o socorro? O meu socorro vem do Senhor, que fez o céu e a terra

Edgar Lemke