Ele não está mais aqui!

“Eles não estão mais aqui!” Esta é uma exclamação de dor de muitos familiares ao se despedirem de seus entes queridos nesse domingo de Páscoa.   A notícia desse sábado de Aleluia era que, pelo menos, nove pessoas no Rio Grande do Sul perderam a vida por causa da chuvarada dessa Sexta-Feira Santa, e mais de 20 pessoas tinham morrido em acidentes em nossas estradas. Isso só na ida! E tem ainda a volta.

“Ele não está mais aqui!” Certamente na história de nossas famílias já dissemos isso com dor no coração quando nos despedimos de algum familiar colhido pela morte.

Era com dor nos corações e com um caminhar pesado que algumas amigas de Jesus, na madrugada daquele domingo, foram ver o sepulcro onde haviam depositado o corpo do Mestre.  Foi quando se defrontaram com um anjo do Senhor que lhes deu a grande notícia: “Ele não está aqui; ressuscitou, como tinha dito” (Mateus 28.6).

Essa notícia mudou a história de nossas vidas. Porque Cristo não permaneceu na sepultura, nós temos consolo quando alguém dos nossos não está mais aqui e esperança até quando todos os recursos deste mundo não podem mais nos ajudar. Porque Cristo reviveu nós também viveremos (João 14.19).

Nem Maria Madalena, nem a outra Maria, nem João, nem Pedro viram Jesus num primeiro instante.  Eles viram alguns detalhes, mas foram as Escrituras que lhes deram a devida compreensão do ocorrido.  Como a fé é um dom de Deus, não buscamos garantia antropológica da ressurreição, mas nos apegamos numa certeza teológica, ou seja, na promessa de Deus à qual somos chamados a nos apegar.

Embora vivamos no domínio da morte e ela ainda tenha que ser derrotada, nossa vitória está garantida.  Os nossos “ele não está mais aqui” vão dar lugar à notícia do anjo “Ele não está aqui: ressuscitou!”

Feliz Páscoa!

Edgar Lemke

Deixe um comentário