Corre-corre!

Você não tem aquele sentimento de que trabalha, trabalha, trabalha e sempre tem mais e mais trabalho para fazer? Parece que não rende. Parece que damos um passo pra frente e dois pra trás. Por um lado, isso é bom. Primeiro, temos que dar graças a Deus por poder trabalhar e por ter um trabalho, um emprego que ajuda a pagar as nossas contas, que nos deixa ocupados, que nos faz sermos úteis à sociedade. Por outro lado, tem vezes que pensamos “pra onde é que eu estou indo trabalhando assim desse jeito? Onde é que eu vou parar? O que é que eu vou ganhar com tudo isso? Riqueza? Uma boa aposentadoria? Aproveitar a vida?”

O sábio rei Salomão já pensava sobre tudo isso. Ele uma vez disse: A gente gasta a vida trabalhando, se esforçando e afinal que vantagem leva em tudo isso? Ec 1.3. Trabalho, trabalho! Corre-corre! Pena que o dia do trabalho esse ano caiu num domingo. Como é bom ter o dia do trabalho para descansar do trabalho, né? Mas esse dia nem sempre foi assim. Ele surgiu justamente por causa de pessoas que deram suas vidas lutando por uma jornada de trabalho justa de oito horas. Que lutaram contra a exploração, por benefícios. E é nesse dia que geralmente o novo salário mínimo entra em vigor.

Existe outro tipo de trabalho que nós cristãos fazemos que também, às vezes, parece que é em vão, parece que não rende. Que trabalho é esse? É o trabalho de discípulo de Jesus. Não é fácil. Vocês devem perceber isso na pele de vocês. Parece que as pessoas não nos escutam, não conseguem ver o que nós queremos mostrar a elas. Até parece que esse trabalho é desnecessário. O melhor mesmo é ficarmos na nossa. É esconder a lamparina debaixo da cama.

É para esses trabalhadores o apóstolo Paulo aconselha: queridos irmãos, continuem fortes e firmes. Continuem ocupados no trabalho do Senhor, pois vocês sabem que todo o seu esforço nesse trabalho sempre traz proveito (não é em vão).  1 Co 15.58.

Jesus é o trabalhador perfeito e é na sua Palavra que descobrimos isso. Ele trabalhou tanto que chegou a suar gotas de sangue por nós. Ele não pediu aumento de salário, ele não reivindicou menos horas de serviço, ele fez tudo por amor. Ele cumpriu o seu trabalho aqui neste mundo para que nós hoje, sabendo o que nos espera pela frente, possamos dar o nosso melhor todos os dias.

Por isso, nesse dia do trabalho, que Deus nos ajude a continuarmos firmes e fortes sabendo que tudo o que fazemos é Ele que faz em nós. Feliz dia do Trabalho.

Otto Neitzel

Esta devoção está no Programa CPT (Cristo Para Todos) que estréia no dia 1º de maio:
http://www.youtube.com/user/ProgramaCPT
Atenção para os horários do programa na PoaTV (Canal 6 da Net) em Porto Alegre: Sábados às 11h / Domingos às 12h30min / Segundas às 13h / Terças às 11h / Quartas às 7h / Quintas às 11h / Sextas não teremos programas por algum tempo.

Deixe um comentário