Aprender para viver

Nos primeiros meses e anos de vida de uma criança o aprendizado é uma característica bastante necessária. Podemos dizer, com segurança, que aprender é vital: sim, é necessário aprender para sobreviver! Tanto nos momentos em que a criança deixa cair algum objeto no chão, quanto ao operar algum brinquedo lúdico, a criança está aprendendo. Este costuma ser um período de muitas descobertas e diversão.

Uma ilusão é pensar que o aprendizado tem hora para acabar. Seria pretensioso demais, até mesmo enfadonho, imaginar que já sabemos tudo e que não há mais nada a aprender. Esse tipo de pensamento limita a postura e o desempenho de qualquer adulto, qual seja sua ocupação. É verdade que o mundo muda e, com as mudanças, somos forçados a uma adaptação, a readequar nosso jeito de lidar frente às mais diversas situações. Portanto, aprender continua a fazer parte.

Na vida do cristão, o aprendizado é uma característica bastante própria. Assim como o mundo muda, a caminhada de fé é rodeada de dramas, tentações e dilemas que nos movem a aprender. Mas o que não muda é quem nos ensina: o mestre Jesus. O Novo Testamento está repleto de situações em que Jesus despende seu tempo ensinando em particular aos seus discípulos bem como publicamente às multidões. O que mais interessa no aprendizado da vida cristã é que Jesus tanto é aquele que nos ensina quanto ele próprio é o conteúdo ensinado, afinal, Jesus é a Palavra viva de Deus e é sobre Jesus que as Escrituras Sagradas ensinam do Gênesis ao Apocalipse.

O convite de Jesus em Mateus 11.29 é para aprendermos com ele. Quando lemos e meditamos nas Sagradas Escrituras não estamos sós, temos a companhia de Jesus. Só pela Palavra de Deus, isto é, em Jesus e com Jesus, aprendemos os mais valiosos ensinamentos, que não mudam como muda o mundo. Estes ensinamentos, aprendidos à luz da fé e apegados nela, nos dão os tesouros dos céus: perdão de pecados, a vida eterna e incontáveis bênçãos para a vida aqui, diária e continuamente.

Por quem Jesus é, por sua morte na cruz e ressurreição, o mestre nos convida diariamente a aprender frente às mais diferentes circunstâncias: em casa, no trabalho, nos estudos, nas adversidades e nos desafios. Enfim, através da leitura e meditação da Palavra, Jesus se faz presente e nos ensina a viver em mansidão e humildade, nos ensina a viver muito além do que apenas sobreviver: Jesus nos ensina a viver vislumbrando a vida eterna, a qual já nos deu como herança no Batismo. Cada culto é também um momento em que podemos aprender: a orar, louvar, agradecer e perdoar. Jesus convida você também a participar do culto, a estar em comunhão com os irmãos e com o próprio Deus. Jesus diz:

— Venham a mim todos vocês que estão cansados e sobrecarregados, e eu os aliviarei. Tomem sobre vocês o meu jugo e aprendam de mim, porque sou manso e humilde de coração; e vocês acharão descanso para a sua alma. Porque o meu jugo é suave, e o meu fardo é leve. (Mateus 11.28-30).

Fernando Behling