O Desespero Cega

Sabem, por causa de tantos momentos como os que temos vivido neste tão malquisto 2020, nós só podemos desejar: “venha logo, 2021”. Digo isso por estarmos em outubro e, daqui até dezembro, é um “pulinho” como dizem por aí. No entanto, será que o culpado de todo o nosso sofrimento foi o “2020”? Será que o “2021” vai nos salvar? Infelizmente, a resposta todos sabemos que é não. No fim, toda a culpa é do ser humano e de seu pecado.

2020 está sendo um tempo de desespero e medo. Não sabemos se seremos os próximos a pegar o Covid, não sabemos se um familiar ou amigo pegará e, o pior, não conseguimos ver uma luz no final do túnel. Sempre que uma notícia boa sai, parece que outras duas ruins despontam junto.

E essa situação de incerteza me fez lembrar de uma historinha que li há um tempo, não sei se é verdadeira ou não, mas ela conta que certa tribo indígena tinha um ritual de passagem onde seus jovens guerreiros eram levados por seus pais até o coração da mata e lá eram vendados e deviam ficar parados ali durante a noite toda, sem correr, fugir ou se esconder e sem poder destapar os olhos. Certo jovem, ao passar por este rito, sentiu um medo terrível e teve de se conter diversas vezes para não tirar a venda e fugir. No entanto, se manteve firme e, de manhã, quando tudo havia acabado e ele podia tirar a venda, para sua surpresa, lá estava o seu pai, que havia ficado do lado dele durante toda noite.

É justamente assim que Deus age conosco. Quando o mundo parece feroz e assustador demais, podemos lembrar que nós não estamos sozinhos, por mais que possa parecer. A nossa maior tarefa ainda é a de confiar em Deus acima de tudo (mas sem esquecermos de olhar ao nosso redor, claro). Só que o nosso Deus não fica em silêncio do nosso lado, nos testando… ao contrário, ele fala conosco através de sua Palavra e ama quando nós falamos com ele em oração.

Não deixe os sofrimentos e as dúvidas deste mundo te cegarem para o amor de Deus e as coisas boas que ele tem preparado para ti. Seja forte e lembre-se das palavras de Paulo aos Filipenses: “Com a força que Cristo me dá, posso enfrentar qualquer situação” (4.13). Amém

Jordan Madia