Estar com Cristo é incomparavelmente melhor

Não há dúvidas disso: não haverá coisa melhor do que estar com Cristo lá no Paraíso! Tanto é assim que Paulo, preso em Roma e na iminência de sua morte, escreve aos filipenses: “Estou cercado pelos dois lados, tendo o desejo de partir e estar com Cristo, o que é incomparavelmente melhor” (Fp 1.23).

A esperança de todo o cristão é justamente a de que haverá um dia em que a vida será melhor, livre de sofrimentos e de dores. É por causa dessa esperança que nós conseguimos encarar os momentos difíceis do nosso dia-a-dia, lembrando que tudo isso vai passar.

No entanto, como já foi dito em outra ocasião, o cristão vive um paradoxo: já tem a sua salvação garantida, mas ainda não está no Céu. Tem alegria por ser de Cristo, mas ainda sofre neste mundo. Aí poderia surgir a pergunta: “Mas por que Cristo não nos leva logo? Sei que estar com ele é infinitamente melhor…”

Bem, a isso o próprio apóstolo Paulo responde, logo após o versículo citado acima: “Mas, por causa de vocês, é mais necessário que eu continue a viver” (Fp 1.24). É por isso que estamos aqui neste mundo. Não para que soframos como se fosse uma espécie de pagamento pelo pecado, mas é pelo nosso próximo… para servi-lo e, principalmente, como instrumentos divinos para levá-lo a conhecer Cristo.

Tanto é assim que Martinho Lutero afirmou, certa vez que se não fosse o nosso próximo, seria melhor que Deus nos levasse logo após o Batismo pois estaríamos com a salvação garantida e com menos chances de nos desviarmos.

Sendo assim, não ande por este mundo olhando para ele como se nossa missão aqui fosse sofrer. Infelizmente, o sofrimento imposto a cada um de nós é consequência das atitudes do ser humano, mas não significa que isso seja a vontade de Deus. Nossa missão, de fato, é servirmos uns aos outros… não só em momentos tristes e difíceis como o que estamos vivendo, mas também nas horas em que tudo parece estar bem.

Que assim, Deus nos ajude para que tenhamos a sabedoria de mantermos o foco no que ainda está por vir, sem fecharmos os olhos para o que acontece ao nosso redor. Amém.

Jordan W. Gowert Madia