O que há no seu horizonte?

Em um mundo pandêmico de incertezas, é difícil ver como será o horizonte logo à frente. Será que as aulas presenciais irão retornar ainda este ano? E o setor econômico, será que o pior já passou e o horizonte que se aproxima será mais estável? Quando seremos vacinados contra a Covid-19 para poder voltarmos à normalidade?

Observar o horizonte neste cenário nos traz dúvidas, ansiedades, preocupações. Mas isto também nos convida a refletir sobre até onde vai o nosso horizonte, até onde conseguimos enxergar. Até onde vai o seu horizonte de vida? Até onde o seu olhar alcança?

Para muitos o horizonte da vida tem seu limite em um leito de enfermidade, em um acidente, em um quarto de hospital, em uma lápide no cemitério. Para muitos estes são os limites e não há mais nada depois deste horizonte. É o fim. Aliás, um triste e desesperador fim, simplesmente por saber que um horizonte aniquilador de morte se aproxima a cada novo amanhecer, exterminando histórias e amores.

Mas há alguém que quer reconduzir este olhar. Com suas mãos marcadas pela cruz, ele quer levantar nosso rosto afundado em culpas e angústias e revelar um horizonte totalmente diferente daquilo que o ser humano está acostumado a ver. Ao invés de culpas, o perdão. Ao invés de desespero, a paz. Ao invés da solidão, o consolo. Ao invés de morte, vida. Quem oferece este horizonte é Jesus, o Salvador. Pelo Batismo, pela Ceia e pela sua poderosa Palavra, ele direciona nosso olhar para este horizonte maravilhoso de salvação.

Jesus foi ressuscitado e esta é a garantia de que todos os mortos serão ressuscitados. Esta é a garantia de que, a cada amanhecer, não se aproxima um horizonte aniquilador, mas um horizonte de salvação ao que nele crer. O horizonte onde Cristo está presente é repleto de vida. O horizonte da salvação está próximo e vai muito além de um acidente, de um leito de hospital, de um silencioso e triste túmulo. Porque ele vive, nós também viveremos! E aí sim, maravilhosos reencontros acontecerão. Dores e sofrimentos serão coisas de um passado distante. E com todo o povo de Deus, festejaremos eternidade à fora. Vem, Senhor Jesus, traga-nos este horizonte de salvação!

Então fica a dica: “Conservemos os nossos olhos fixos em Jesus, pois é por meio dele que a nossa fé começa, e é ele quem a aperfeiçoa” (Hebreus 12.2). Aliás, lhe pergunto: o que há no seu horizonte?

Pastor Bruno Serves
CEL Cristo, Candelária-RS