DELETAÇÃO PREMIADA

Quem acompanha a Operação Lava-jato verifica que há avanço nas investigações devido a um benefício legal concedido a um réu que aceite colaborar na investigação entregando seus companheiros de crimes. Essa lei é chamada de delação premiada, um benefício previsto especialmente na Lei 12.850, de 02 de agosto de 2013, que permitiu que a Operação Lava-jato, liderada pelo juiz Sérgio Moro, colocasse na cadeia grandes empresários e recuperasse cerca de três bilhões de reais ao erário.   Basicamente, a delação premiada se perfaz num acordo entre o Ministério Público e o acusado, onde este recebe uma vantagem em troca das informações que dará para a continuação das investigações. Quanto mais informação for dada por aquele que delata, maior será o benefício a ele proporcionado, nas diversas formas de diminuição da pena.

Quem acompanha a História da Paixão e Morte de Cristo nos seus detalhes pode constatar que o resultado daquele julgamento injusto traz a deletação premiada ao que delata os seus pecados e aceita o perdão Daquele que foi erguido numa cruz. Na verdade esse benefício premiado, há muito planejado por Deus, seguidamente era resgatado do esquecimento pelos profetas para renovar as esperanças do povo escravizado pelo pecado, particularmente Isaías: “Ele estava sendo castigado por causa das nossas maldades. Nós somos curados pelo castigo que ele sofreu” (Isaías 53.5). Enfim, deletação premiada conforme registrou o apóstolo Paulo: “Agora já não existe nenhuma condenação para as pessoas que estão unidas com Cristo Jesus” (Romanos 8.1).

A grande notícia da História da Paixão de Cristo é que ele ressuscitou como havia prometido alguns dias antes no momento de luto das irmãs Marta e Maria: “Eu sou a ressurreição e a vida”. Aí ele nos colocou na sua história e garantiu: “Quem crê em mim, ainda que morra, viverá” (João 11.25). Portanto, a deletação premiada muda tudo em nossa vida, como disse o apóstolo Paulo: “Quem está unido com Cristo é uma nova pessoa” (2 Coríntios 5.17), nas atitudes e na esperança. Feliz Páscoa no Salvador Jesus.

Edgar Lemke