Quem está blefando?

Só quem nunca jogou cartas não sabe o que é blefar. O verbo “blefar” vem do termo inglês “bluff” que é quando, no jogo de pôquer, um jogador tentar enganar um oponente, fazendo uma aposta alta que não corresponde à mão que se tem. Em outras palavras, ele faz de conta que tem muito na mão e o que mais quer é que seu oponente desista de prosseguir no jogo.

Antes mesmo do jogo de pôquer e até mesmo de esse termo ser inventado, o seu significado já existia. Alguns fariseus foram para onde Jesus estava e lhe disseram: – Vá embora daqui, porque Herodes quer matá-lo. (Lc 13.31)

Quem somos nós para julgar as intenções desses fariseus aqui do texto de Lucas 13.31-35, mas um pouco estranho é, né? Parece que eles estão tentando dar uma de quem-avisa-amigo-é pra cima de Jesus. É como se eles estivessem dizendo: “Cai fora, Jesus! Sai dessa! Desiste! Dá meia volta porque Herodes tá querendo te matar! ” – Um blefe genial!

O diabo já havia tentado blefar para cima de Jesus durante 40 dias no deserto e não adiantou. Agora ele usa esses fariseus como seus agentes para tentar desviar Jesus do seu objetivo final: Jerusalém, ou seja, a cruz.

Jesus é Deus. Ele sabia que não ia morrer ali na Peréia! Ele tinha uma agenda a cumprir e sabia que o seu trabalho terminaria em Jerusalém – que mata os profetas e apedreja os mensageiros que Deus lhe manda! Por amor a nós, ele estava no caminho que levava à cruz e nem tentações nem muito menos blefes lhe fariam desistir dessa sua jornada.

Em Jerusalém não estava apenas a cruz, mas lá também estava o túmulo vazio, o sinal da vitória sobre o diabo, o pecado e a morte. Quando Deus disse a satanás lá em Genesis que o descendente da mulher lhe esmagaria a cabeça, era sobre isso que ele estava falando! Ele não estava blefando porque Deus não blefa!

Otto Neitzel

Share and Enjoy !

0Shares
0 0