BENDITOS

c:\temp\benEm Deuteronômio Deus manda Moisés repassar a sua Lei e suas orientações sobre bênção e maldição ao povo que agora entraria na Terra Prometida. Dentre estas orientações há um conjunto de palavras muito duras. Infelizmente, também muito atuais. Se as observássemos, nossa vida em sociedade seria bem melhor. Confira e veja se algo lhe é familiar:

Em Deuteronômio 27.11-26: … Moisés disse ao povo de Israel:

– Depois que tiverem atravessado o rio Jordão, vocês serão abençoados do alto do monte Gerizim. Ficarão nesse monte as seguintes tribos: Simeão, Levi, Judá, Issacar, José e Benjamim. As maldições serão ditas do monte Ebal, e ali ficarão as seguintes tribos: Rúben, Gade, Aser, Zebulom, Dã e Naftali. Os levitas falarão bem alto a todo o povo, assim:
– “Maldito seja aquele que fizer imagens de pedra, de madeira ou de metal, para adorá-las em segredo; o SENHOR detesta a idolatria!” E o povo responderá: “Amém!”
– “Maldito seja aquele que desrespeitar o pai ou a mãe!” E o povo responderá: “Amém!”
– “Maldito seja aquele que mudar de lugar os marcos de divisa do terreno do vizinho!” E o povo responderá: “Amém!”
– “Maldito seja aquele que fizer um cego errar o caminho!” E o povo responderá: “Amém!”
– “Maldito seja aquele que não respeitar os direitos dos estrangeiros, dos órfãos e das viúvas!” E o povo responderá: “Amém!”
– “Maldito seja aquele que tiver relações com uma das mulheres do pai, pois isso é uma vergonha para o pai!” E o povo responderá: “Amém!”
– “Maldito seja aquele que tiver relações com um animal!” E o povo responderá: “Amém!”
– “Maldito seja aquele que tiver relações com a irmã, seja irmã por parte de pai e mãe ou somente por parte de pai!” E o povo responderá: “Amém!”
– “Maldito seja aquele que tiver relações com a sogra!” E o povo responderá: “Amém!”
– “Maldito seja aquele que matar outro israelita à traição!” E o povo responderá: “Amém!”
– “Maldito seja aquele que receber dinheiro para matar uma pessoa inocente!” E o povo responderá: “Amém!”
– “Maldito seja aquele que não obedecer a essas leis de Deus!” E o povo responderá: “Amém!”

Deus não queria ver seu povo sofrer. Deixou duras proibições quanto a pecados ainda hoje praticados e cada vez mais tolerados. Que tristeza! Que maldição! Quanto de idolatria, injustiça, inversão de valores, corrupção, prostituição, abuso sexual e pecados de toda sorte, vemos ainda hoje. Que Maldição! Quanto sofrimento!

Estamos na Quaresma. Tempo de dar atenção a maldição causada pelos nossos pecados. Tempo de lembrar: Maldito todo aquele pregado no madeiro( Deuteronômio 21.23). Cristo foi pregado no madeiro(Gálatas 3.13). Não por si. Mas por ti e por mim. Cristo nos resgatou da maldição da Lei, fazendo-se ele próprio maldição em nosso lugar(Gálatas 3.13). Para nos livrar de todas as maldições; Para nos perdoar e nos fazer benditos, abençoados. Quem dera todo o povo diga “Amém!”.

Abençoada semana.

Pr José Daniel Steimetz