Natal sem sentido ou sentido do Natal?

Quem trabalha em escola sabe: dezembro é mês de correria e preparativos. São tantas festas e programações de Natal. Foi neste cenário que a Scheila, minha esposa, professora do Colégio Lasalle, deu o seguinte recado em um momento de reflexão para professores e funcionários:

Imagine uma grande festa de aniversário na qual todos os preparativos estão devidamente organizados e prontos: o banquete, as bebidas, os doces, a decoração, a música, as lembrancinhas. Os convidados chegam e trazem seus belos presentes, embrulhados e enfeitados…

Agora, imagine se nessa festa faltasse apenas uma coisa: o aniversariante. Qual seria o sentido da comemoração? Como o aniversariante se sentiria se todos aproveitassem aquele imenso banquete na ausência do dono da festa? Teria razão toda aquela celebração?

Esta cena remete a outra festa muito esperada, preparada e comemorada: o Natal. Muitas vezes, todos os comes, bebes e presentes são organizados e planejados minuciosamente, mas o aniversariante da vez acaba sendo esquecido. Muitos natais por aí acabam excluindo da lista de convidados o próprio aniversariante: o menino Jesus. Ele quer fazer parte das nossas comemorações tanto nos dias bons como nos outros dias não tão bons assim.

Ele quer ser o centro de nossa vida e, sem ele, nada realmente faz sentido. Afinal de contas, ele nos reconciliou com Deus, trazendo-nos paz, perdão, salvação e esperança. Será que vamos nos lembrar de incluí-lo na nossa lista de convidados nesse Natal e também em todos os dias do próximo ano? O tempo passa rápido, e os próximos Natais chegarão com suas celebrações. Será que conseguiremos identificar o verdadeiro sentido dessa festa?

Digite “Natal é…” no Google e você se surpreenderá com os diferentes sentidos que as pessoas encontram por aí. O sentido que nós cristãos celebramos é muito diferente: é a chegada do Messias, do Salvador, do Verbo que “se fez carne e habitou entre nós, cheio de graça e de verdade, e vimos a sua glória, glória como do unigênito do Pai.” (João 1.14). Feliz Natal!

Otto Neitzel (com colaboração de Scheila T.L. Neitzel)

Share and Enjoy !

0Shares
0 0

Deixe um comentário