Aquele que pensa que está de pé, é melhor ter cuidado para não cair

Esse aí é um trecho da epístola para o próximo domingo da Quaresma – 1 Co 10.12. E aí? Quantas vezes você caiu hoje? Quantas vezes você magoou alguém? Quantas vezes deixou de fazer o bem? Quantas vezes você achou que não fez nada de mais? Aí está o grande perigo.

O contexto desse trecho é do tempo em que o povo estava andando pelo deserto, praticando imoralidade, adorando ídolos, pondo à prova a paciência de Deus. Doenças, cobras, anjos da morte… e entra o versículo 11: Tudo isso aconteceu com os nossos antepassados a fim de servir de exemplo para os outros, e aquelas coisas foram escritas a fim de servirem de aviso para nós. Pois estamos vivendo no fim dos tempos.

Será que continuamos hoje, em pleno 2022, no fim dos tempos? É claro que sim! Mas só continuamos “vivendo” no fim dos tempos pela graça de Cristo. Quando caímos, só podemos ficar de pé novamente porque o Evangelho de Cristo, sua Palavra e Sacramentos, nos levantam e dão forças. Viver no fim dos tempos é cair e levantar, cair e levantar, cair e levantar.

Pra terminar: Portanto, aquele que pensa que está de pé é melhor ter cuidado para não cair. As tentações que vocês têm de enfrentar são as mesmas que os outros enfrentam; mas Deus cumpre a sua promessa e não deixará que vocês sofram tentações que vocês não têm forças para suportar. Quando uma tentação vier, Deus dará forças a vocês para suportá-la, e assim vocês poderão sair dela. 1 Co 10. 12,13.

Otto Neitzel