“No Céu tem pão?”

Há bastante tempo circula um relato que virou meme, isto é, uma piada que se espalha rapidamente nas redes sociais, onde Renato Aragão (o Didi) conta a história triste de uma criança faminta que, instantes antes de morrer de fome, perguntou à sua mãe se no céu teria pão. Pelo fato dele repetir muitas vezes este caso é que acabou virando piada. Acontece, também, que muita gente ficou sem entender essa história, que, segundo o Didi, significou que a criança esperava morrer logo para ter uma boa refeição no céu.

A história é triste, mas tem algo a nos dizer. Bem… sim, no Céu tem pão. Aliás, teremos mais do que isso. Haverá um banquete celestial nos esperando, com carnes suculentas e muitas outras delícias que certamente essa criança faminta está desfrutando, se partiu com fé em Cristo (leia Isaías 25.6-9). Mas no céu não tem apenas “pão”, como estes que encontramos em qualquer padaria. No céu há “O Pão”… o Pão da Vida.

Jesus Cristo é este Pão. Como temos visto no relato de João 6 em nossos cultos, o próprio Cristo é que se chama assim. E não é para menos, visto que ele sacia aquela que é fome mais terrível que há, a fome espiritual. Logo, ao ser procurado pelas pessoas que, após a multiplicação dos pães e peixes, queriam mais alimento corporal, ele as convida a buscarem, também, o alimento que sacia a fome da alma… o alimento que ele próprio providenciaria a eles.

E este conselho se estende até vocês e eu. E o melhor de tudo é que não precisamos esperar ir ao céu para receber este “pão espiritual”… Cristo nos dá ele hoje, em cada culto e em cada momento que paramos para ouvi-lo. Por isso, do que adianta trabalharmos “feito loucos” aqui neste mundo para ter uma refeição magnífica se não dermos valor ao que recebemos de graça na Santa Ceia? Do que adianta perder a saúde correndo atrás de bens materiais se não dermos valor à Palavra de Deus que alimenta nossa alma e conforta o nosso coração? Como lemos no Evangelho, isso tudo estraga e se perde, mas o alimento que Jesus nos dá permanece para sempre (Jo 6.27).

Oração: Querido Jesus, obrigado por ser o Pão da Vida que alimenta nossa alma e nos nutre com aquilo que é necessário para chegarmos ao céu, onde desfrutaremos de um banquete delicioso ao teu lado. Dá-nos sempre um coração agradecido que valorize a tua Palavra e os Sacramentos. Motiva-nos a levarmos destes alimentos para toda humanidade faminta de perdão.

Amém.

Jordan Gowert Madia