A um passo da Eternidade

Por quê? Por que estamos todos a um passo da Eternidade desde o nosso nascimento? Numa Escola Bíblica a professora incentivou as crianças a orarem, e que poderiam pedir o que lhes ia no íntimo. Uma menina de quatro anos saiu-se com esta: “Deus, o Senhor já tem muitos lá em cima, podia nos deixar aqui.” Também esta criança, ingênua (mas não inocente) está a um passo da Eternidade.

Porque Deus nos quer de volta! Perdemos a primeira casa – desobedecemos. Mas logo Deus providenciou uma nova casa (Gn 3.14), pois alguém (Jesus) a conquistaria para nós. E Jesus confirmou a promessa: “Na casa de meu Pai há muitas moradas. Se assim não fosse, eu vo-lo teria dito. Pois vou prepara-vos lugar. E, quando eu for e vos preparar lugar, voltarei e vos receberei para mim mesmo, porque, onde eu estou, estejais vós também.” (Jo 14.2,3) A fé é o caminho de volta para casa.

Conheci uma senhora idosa cansada da vida, desiludida, que assim se expressou: “Deus já deveria ter me levado, pois assim não estaria sofrendo tanto.” É bom lembrar que você não pode empurrar o rio para que flua mais depressa. O pequeno riacho, cantando suavemente entre o pedregulho, um dia, pacientemente, chega ao mar. Confie nos desígnios de Deus, que não são os nossos (Is 55.8,9). Seu criador conhece o melhor momento para você dar o passo. Nele há sabedoria, misericórdia e amor elevados ao infinito. “Aquietai-vos e sabei que eu sou Deus.” (Sl 46.10) Como você se sente ao lembrar que um dia fatalmente dará o grande passo? Preocupado de que seus pecados o condenem? Olhe para a cruz e verá que acontecem o perdão e o arrependimento, pois “tudo é possível ao que crê”. (Mc 9.23) Você tem alguns assuntos não resolvidos? Jesus recomenda que os resolva já. (Mt 5.23,24,25)

Estar a um passo da Eternidade se assemelha a estar frente a uma porta. Toda porta tem dois lados e é Deus quem o coloca do outro lado – num piscar de olhos. Esteja, pois, atento, com a lâmpada da fé acesa (Mt cap.25), lembrando o conselho de Pedro: ”Por isso, irmãos, procurai com diligência maior, confirmar a vossa vocação e eleição. Portanto, procedendo assim, não tropeçareis em tempo algum. Pois é desta maneira que vos será amplamente suprida a entrada no reino eterno ( o outro lado da porta) de nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo. (2Pe 1.10,11)

O grande, o único, o irreversível e incontornável passo para a Eternidade, deixa saudades, luto e pranto para quem fica deste lado da porta. Mas é uma abençoada advertência que nos lembra que estamos todos a um passo da Eternidade. Abençoada advertência, pois nos concede mais um tempo para por nossa vida em dia, e estarmos bem preparados

“Eis que venho sem demora. Feliz aquele que guarda as profecias deste livro. (Ap 22.7)  É o pequeno riacho chegando ao grande mar.

                Guido Ruben Goerl
Pastor Emérito da IELB