DIA DAS MÃES – DIA NOS SENTIRMOS AMADOS

Olá, estamos às portas de mais um dia das mães. Esta data, que seria melhor se lembrada e valorizada todos os dias, tem um especial, o segundo domingo de Maio de cada ano. E é digno e justo lembrarmos-nos da mãe, da avó – mãe duas vezes -, das dindas, tias e vizinhas que por vezes fazem este papel. Também as professoras, apesar de não lhes caber este papel, por ofício, de fato, agem em muitos momentos como verdadeiras mães. E as médicas, então, quanto carinho dedicam pelas crianças!

Por vezes nos perguntamos: “quem veio primeiro, o ovo ou a galinha?”. No caso das mães e filhos, as mães vieram primeiro, quando Deus criou homem e mulher e os abençoou com a missão de terem filhos (Gênesis capítulos 1 e 2). Já no Capitulo 3 surge o pecado, que torna dolorosa a função de ser mãe ainda hoje. Do nascimento ao constante cuidado, sempre vão surgir momentos em que haverá sofrimento na missão de ser mãe. Até a morte se abate sobre a mãe, podendo ela mesmo, deixar esta vida, ou então, o que é motivo de imensurável sofrimento para as mães, o falecimento de um filho, não importando a idade, se ainda no ventre ou já avançado em dias. Mãe sempre sofrerá com a perda de um filho.

Nesse contexto Deus vem em socorro a cada mãe e, nas palavras de Jesus aos discípulos, promete estar com eles, conosco e também com todas as mães ao dizer: “Eis que estou com vocês todos os dias até o fim dos tempos”. Ter Jesus presente em nossa vida é garantia de consolo, conforto e forças para enfrentar todos os desafios da vida, e no caso, da maternidade. Em Romanos 8.31-39, o apóstolo Paulo reafirma os cuidados de Deus com todos, também válido para as mães ao dizer: “Nada pode nos separar do amor de Deus que está em Cristo Jesus, nosso Senhor”. Hoje esse é o principal desafio das mães e famílias, com palavras e ações, deixarem seus filhos cientes desse cuidado amoroso de Deus (Provérbios 22.6). Esse cuidado tem valor para toda a vida aqui e na eternidade. Possam mães e famílias ensinar seus filhos a se colocarem diante desse amor de Deus em oração agradecidos.

Que nesse Dia das Mães, bem como em todos os demais dias de nossas vidas, não importando qual função social e familiar que desempenhamos, saibamos todos que o amor de Deus está conosco, dele nada pode nos separar e ele dura para sempre. Abençoado dia das mães 2016.

Pr José Daniel Steimetz