O protagonista e o antagonista

Quando Jesus estava diante de Pilatos para receber a sentença de morte, estabeleceu-se um diálogo entre o Mestre e o Governador. Pilatos lhe perguntou se, de fato, ele era o rei dos judeus e Jesus respondeu: O meu Reino não é deste mundo! Se o meu Reino fosse deste mundo. Os meus seguidores lutariam por mim (João 18.36). Nesse texto, o verbo “lutar” vem do grego “agonidzomai”, cuja raiz é a palavra “agon”, de onde vem “agonia”.

Pois eu quero utilizar duas palavras que vem do termo agonia: protagonista e antagonista.  Quem luta a favor é protagonista; quem luta contra é antagonista. Tanto a luta a favor como a luta contra traz um tipo de agonia. Como cristãos precisamos ser antagonistas a uma série de coisas e protagonistas em outras tantas.

Tem vários textos bíblicos que nos desafiam a sermos antagonistas. Paulo escreve aos Romanos: Não vivam como vivem as pessoas deste mundo” (Rm 12.2). Estas palavras nos levam a analisar o “horizonte adversário”. Estamos vivendo numa sociedade que agoniza em várias frentes e não sabe mais o que é ético e moral. Isto nos leva a refletir sobre as coisas erradas desse mundo e da nossa vida. Nesse sentido, ser antagonista é não se conformar com as coisas erradas desse mundo, mas lutar contra o que Paulo escreveu aos efésios: “Pois nós não estamos lutando contra seres humanos, mas contra as forças espirituais do mal que vivem nas alturas, isto é, os governos, as autoridades e os poderes que dominam completamente este mundo de escuridão” (Ef 6.12).

Uma vez que em Cristo somos novas criaturas (2 Co 5.17), podemos ser protagonistas e lutar a favor das coisas do Reino e nos dedicarmos completamente a Deus como um sacrifício vivo, dedicado ao seu serviço e agradável a ele (Rm 12.2). Na grande misericórdia de Deus, que nos criou e nos deu a salvação de graça, é que encontramos motivação para sermos protagonistas do Reino, usando os dons e recursos que temos para anunciar a mensagem de Deus.

Ser antagonista e protagonista no Reino só é possível quando estamos debaixo da graça divina em Cristo, pois somente ele sofreu a agonia da Cruz em nosso favor.

Edgar Lemke

Share and Enjoy !

0Shares
0 0