PANELA VELHA

panelaSérgio Reis se consagrou cantando isto. Na sua música, essa expressão é dita como um argumento de um rapaz que vinha sendo criticado por seus parentes por estar apaixonado por uma mulher mais velha. Ele compara as qualidades de uma mulher madura com a imaturidade de uma mulher mais moça. No fim das contas, ele se vê obrigado a contrariar seus parentes, aquela gente que vive falando à toa. Não interessa se ela é coroa. Panela velha é que faz comida boa.

A nossa CELC está completando 80 anos e estamos cada vez mais apaixonados por ela! Como existem igrejas muito mais velhas que a nossa, não dá pra dizer se ela já é uma coroa ou se ainda está muito jovem. De uma coisa podemos ter certeza: 80 anos não é pouco.

O Salmista disse que só vivemos uns setenta anos, e os mais fortes chegam aos oitenta, mas esses anos só trazem canseira e aflições. A vida passa logo, e nós desaparecemos. (Salmo 90.10). Bom, se já chegamos aos oitenta é porque somos um dos mais fortes. O salmista aqui se refere ao tempo de vida do ser humano e não ao tempo de vida de uma congregação. Se fosse assim, daqui pra frente seria só enfado e canseira pra CELC. O que acontece é justamente o oposto.

Temos aí um ano muito promissor à nossa frente. Um ano para darmos uma recauchutada no nosso visual com o projeto de ampliação e renovação da fachada da igreja. Chegaremos aos 81 com cara de 20. Também é mais um ano para continuarmos a investir forte nas nossas crianças, jovens, servas, membros afastados, membros ativos, doentes, enlutados, noivos, músicos, famílias ….

O Salmista ainda disse outra coisa muito importante no mesmo versículo acima: A vida passa logo, e nós desparecemos. Certamente nós passaremos assim como muitos já passaram pela CELC. Mas hoje nós celebramos o fato de Deus, através da sua igreja, nunca ter nos deixado faltar do pão da vida. Aqui sempre fomos saciados com o alimento mais puro do Evangelho de Cristo Jesus. Isto nunca faltou aos que passaram pela CELC nem faltará aos que ainda passarão por aqui, pois o que mantém esta comunidade de pé é a palavra do nosso Deus, e como nós sabemos, O povo é como a erva. A erva seca, a flor cai, mas a palavra do nosso Deus dura para sempre. (Isaías 40.8)

Se eu comecei esta devoção com uma música, por que não terminar com outra?

Sempre unidos pela fé
seguimos a Jesus
são os 80 anos
da Comunidade “Da Cruz”

Nós queremos proclamar
todo dia com louvor
tua Santa Palavra
que espalha ao mundo o amor

Em nossa história temos comunhão
o Teu amor habita em um só coração

O coração dessa Igreja
é a fé no Senhor
pra que todo mundo veja
quem tem maior amor.
80 anos de canto, serviço e oração,
a CELC comemora com gratidão
A Ti, ó Deus! A Ti, ó Deus! (Eliana Laís Lange, 2013)

Pastor Otto Neitzel