O leão e a Corrupção

Em 1979 a Receita Federal escolheu o leão por considerar algumas características do felino: É o rei dos animais, é justo, é leal, é manso sem ser bobo. Será que o bicho ainda representa tais virtudes? As contas na calculadora dão outro resultado: injustiça, deslealdade, crueldade. Bem diferente do “Leão de Judá” (Apocalipse 5.5), um símbolo do Senhor Jesus que usa o poder para ajudar os seus seguidores. Aos subalternos do leão tributário, a Bíblia tem um conselho: “Paguem todos os seus impostos e respeitem e honrem todas as autoridades” (Romanos 13.7). Mas, e se as autoridades não respeitam nem honram o povo? O verso anterior responde: “Quando as autoridades cumprem os seus deveres, elas estão a serviço de Deus” (13.6). Os deveres do governo, logicamente, são a justiça social: “Quando o governo é justo, o país tem segurança; mas, quando o governo cobra impostos demais, a nação acaba na desgraça” (Provérbios 29.4). Hoje o povo brasileiro trabalha para manter um custo médio anual da corrupção em torno de 2% do Produto Interno Bruto, uns 60 bilhões de reais. É um cálculo impreciso assim como é incerto o destino de todo o dinheiro que deixamos nas altas taxas sobre o feijão e em todos os bens, produtos e serviços.
Mas existe um jeito para combater esta “dengue” na sociedade brasileira. O primeiro passo começa por mim: seguir o caminho da honestidade longe da ganância. O seguinte é denunciar na voz do profeta bíblico: “Vocês exploram os pobres e cobram impostos injustos das suas colheitas (…) Vocês maltratam as pessoas honestas (…) Procurem fazer o que é certo e não o que é errado, para que vocês vivam” (Amós 5). Este foi o mesmo recado do Leão de Judá ao desonesto cobrador de impostos, Zaqueu, que arrependido, prometeu a Jesus: “Senhor, eu vou dar a metade dos meus bens aos pobres. E se roubei alguém, vou devolver quatro vezes mais”. Se um terço dos corruptos fizesse o mesmo, o Brasil estaria bem melhor.

Marcos Schmidt
pastor luterano
[email protected]
Igreja Evangélica Luterana do Brasil
Comunidade São Paulo, Novo Hamburgo, RS

Share and Enjoy !

0Shares
0 0