Altos e Baixos


Mesmo com essa crise toda, o dólar engrenou um movimento de alta com não fazia há tempo. Para os brasileiros, já até estava ficando “barato” ir para Disney ou comprar coisas lá fora. As notícias agora só mostram pais desesperados e tristes por não poderem mais pagar os estudos de seus filhos nos Estados Unidos.

Enquanto para uns isso é ruim, para outros isso é muito bom. Para meus pais, por exemplo, essa alta no dólar veio em boa hora, já que eles estão planejando visitar os parentes no Brasil em outubro. Mas, para quem planejava ir para Disney, a história é outra.

Assim como o dólar, a vida do cristão é cheia de altos de baixo. Tem vezes que sentimos nossa relação com Deus bem valorizada, lá no alto. Outras vezes relaxamos e nem nos sentimos muito cristãos. O bom é que esses altos e baixos na vida cristã não tem nada a ver com o que sentimos ou deixamos de sentir e sim com o que a Palavra de Deus diz.

Quando Jesus disse aos seus discípulos “eis que estou convosco todos os dias até à consumação do século” ele não disse que estaria conosco apenas nos dias de alta ou apenas nos dias de baixa, mas TODOS OS DIAS. Que Jesus está todos os dias conosco, isso nós já sabemos, mas o que nem sempre fazemo é buscar diariamente a sua Palavra – onde Ele realmente está. Relaxamos e nos desvalorizamos quando deixamos de ler a Bíblia, de participar dos cultos e de receber o seu corpo e sangue. Esses meios foram escolhidos por Deus para valorizar a nossa cotação não de dólar, mas de pérolas preciosas nas mãos do Senhor.

Como cristãos queremos que cada dia seja um dia de alta na nossa relação com Deus. Assim como nos esforçamos para ir à academia, comer mais saudável, treinar o inglês, ler mais e ver menos TV, também podemos separar um tempo diariamente para a meditação na Palavra e para oração – além dos cultos nos domingos, é claro!

A nossa fé oscila e, assim como o dólar, sempre vão existir os altos e baixos, mas Jesus Cristo não muda, ele é o mesmo ontem, hoje e sempre.

Otto Neitzel

Share and Enjoy !

0Shares
0 0

Deixe um comentário