Escutem

Escutem, os que procuram a salvação, os que pedem a minha ajuda! (Isaías 51.1)

Certamente você ouve nas ruas, em casa e na igreja belas canções natalinas. Elas ainda fazem sentido para você? No corre-corre da época, a impressão é de que somos atropelados pelo tempo que não nos deixa ouvir, sentir e viver o Natal e o seu significado.

O comércio fala alto, a necessidade de comprar presentes grita, acusando nossa consciência por ainda não termos comprado aquele presente ou os ingredientes para a ceia. Cresce o sentimento de vazio, de solidão, que nos impede de aproveitar tudo de bom que a data traz.

Por isso é preciso serenar os ânimos, ouvir Deus mesmo falar aos nossos corações e nos mostrar o real significado destes dias. Isso para que eles não passem e nos deixem vazios de sentido para a vida, mesmo que cheios de presentes dados e recebidos.

Ouvir Deus é muito bom. Isaías fala da preocupação de Deus conosco, seu povo. Ele expressa seu desejo de buscarmos nele a salvação. Promete transformar terras secas em terras produtivas, ou seja, promete encher nossos corações de vida e felicidade. No Natal celebramos o cumprimento dessa promessa com o nascimento de Jesus.

As coisas materiais deste período até são legais. Podem, contudo, ser tiradas de nós por algum agente do mal. Mas o cumprimento da promessa de Isaías no primeiro Natal nos mostra que a vitória de Cristo sobre o mal é completa para todo aquele que crê. Escutemos neste Natal a boa notícia: nasceu o Salvador, que é Cristo, o Senhor.

José D. Steimetz