Herdeiros do Legado da Reforma

Pois pela graça de Deus vocês são salvos por meio da fé. Isso não vem de vocês, mas um presente dado por Deus. A salvação não é resultado dos esforços de vocês; portanto, ninguém pode se orgulhar de tê-la. Pois foi Deus quem nos fez como somos agora; em nossa união com Cristo Jesus para que fizéssemos as boas obras que ele já havia preparado para nós. Efésios 2:8-10

Que momento feliz e abençoado nós vivemos! Celebrarmos o Jubileu dos 500 anos da Reforma sem dúvida é uma bênção. E relembrar momentos como este tem suas razões. Dentre elas, nos reconhecermos como fruto daquele momento, trazendo à consciência o fato de sermos também responsáveis por este legado, com vistas a que outros 500 sejam possíveis com nossa efetiva e consciente participação.

Seu legado fundamental é nos trazer a boa notícia Bíblica de que somos salvos pela Graça de Deus. Sem essa ação amorosa de Deus, estaríamos numa situação semelhante a da Idade Média, amedrontados com a incerteza da salvação e efetivamente fadados ao inferno. Desculpem se o termo incomodou, mas esta é a situação de quem imagina se salvar por aquilo que fez, faz ou fará. Quantas ações ou meios seriam necessários? Por outro lado, em sua Palavra Deus alcança a salvação graciosamente pela fé em Jesus Cristo. É graça, presente. Mas não de graça. Pois o Filho Unigênito do Pai pagou com o alto preço do seu sangue e vida o perdão dos nossos pecados. E isso é presente de Deus. Fruto do seu amor (João 3.16). Que consolo maravilhoso sabermos e crermos nessa verdade que liberta. E que privilégio, também maravilhoso, termos isso para compartilhar nos dias que se seguirão.

Esta situação privilegiada nos compromete a atuarmos com palavras e ações. A atuarmos como cristãos individuais e Igreja Cristã que somos. Sentindo-nos desacomodarmos com a descrença crescente ao nosso redor e darmos nosso testemunho claro da fé que salva. Também a nos desacomodarmos diante das injustiças que vemos, sofremos pessoalmente ou ainda, que vemos outros sofrerem. E clamarmos e buscarmos por justiça de forma a que todos tenham vida digna. Esse é um legado da Reforma, especialmente quando vivemos em liberdade de expressão e ação, em ambiente democrático, o que não era a realidade de Martinho Lutero.

Assim a Reforma nos compromete. Porque nos faz novas criaturas diante de Deus e dos homens. Amadas por Deus e capacitadas a intervir num mundo caótico, amedrontado e cheio de incertezas e desesperança. Mas tendo o firme alicerce da fé em Cristo somos desafiados a ser referencia sólida de verdade que liberta, de valores eticamente positivos e conceitos claros que produzem realidade de vida nova para os dias aqui e na eternidade.
Como herdeiros dos legados da Reforma, tenhamos uma abençoada semana. Amém.

Pr José Daniel Steim