Chuva

chuva2Não sei se foi de coincidência ou outra coisa, mas depois de uma temporada de chuva e tempo feio o texto do Antigo Testamento para esse domingo é justamente Gênesis 9.8-17. É o trecho em que Deus faz a aliança com Noé depois do grande dilúvio e diz: “Prometo que nunca mais os seres vivos serão destruídos por um dilúvio. E nunca mais haverá outro dilúvio para destruir a terra. ”

Com tanta chuva e enchente por aí, por pouco não duvidamos dessa promessa, né? Não faltaram piadas nas redes sociais. Era bicho debaixo de guarda-chuva esperando pela arca; era polícia prendendo índio que estava fazendo dança da chuva escondido; era nadador competindo pelas ruas de Porto Alegre. Enfim, o povo é criativo!

Uma coisa é certa: quando Deus promete alguma coisa, ele cumpre. Já dizia o salmista: O SENHOR Deus sempre cumpre o que promete; ele é fiel em tudo o que faz (Sl 145.13b). Se ele prometeu que nunca mais haverá outro dilúvio para destruir a terra, então, não é assim que o mundo vai acabar.

Mas aqui temos uma lição. Os dilúvios e tempestades que acontecem nas nossas vidas querem nos fazer duvidar das promessas de Deus. Mas Deus é fiel e sempre de novo nos mostra o seu arco-íris na sua Palavra. E com os olhos fixos nessa aliança de Deus podemos enfrentar qualquer situação.

Com a força que Cristo me dá, posso enfrentar qualquer situação (Fp 4.13).

Otto Neitzel