Jesus te Ama

Roxo, cinzas, pecado, arrependimento, reflexão, amor de Deus são cores, posturas e promessas que envolvem o cristão na Quaresma. Mas de que vale tudo isso se quase escapa das mãos, olhos e mente até dos cristãos?

As cores tem perdido seu simbolismo, pecado e arrependimento têm sido relativizados. Reflexão tem sido apenas em busca de como se dar bem na vida. E o amor de Deus, tem sido dado como certo, mesmo que o deus não seja tão certo assim, ou que para chegarmos até ele, qualquer caminho sirva. Tudo isso se quer por verdade, quando na “verdade são inverdades”. Ao menos a luz da Escritura Sagrada.

Só valorizamos algumas coisas quando as perdemos, diz o ditado. Mas no que tange a fé isso é muito arriscado. Porque se perdemos a fé, o conceito de pecado e o de arrependimento, também perderemos a grandeza do amor de Deus manifesto em Jesus Cristo. Perdendo isso em vida, não será na morte que as reaveremos.

A Quaresma nos ajuda a não perdermos tempo. A “arrumarmos a casa” ainda em vida.  E a começar hoje. Como? Analisando nosso viver a luz dos mandamentos. Você lembra quais são? Caso não lembre consulte Êxodo 20.1-17, ou seu Catecismo. Confrontados com os mandamentos, apesar de poucos, vamos inevitavelmente concluir que não os cumprimos, ou seja, que pecamos e carecemos de arrependimento, sem o qual só nos resta a condenação. Diante do arrependimento são duas as possibilidades: “Desespero ou desespero”. Explico. Desesperamos porque diante de Deus não eliminamos o nosso pecado com a nossa vontade ou ações. Não há nada em nós capaz de desfazer ou compensar o pecado. Logo, resta-nos o desespero da condenação, porque o salário, a consequência do pecado é a morte física e eterna. Esse desespero é “desesperador”.

Mas a Quaresma nos convida a viver o desespero pelo pecado e condenação noutra perspectiva. Na perspectiva do amor de Deus. Quando nesse tempo caminhamos com ele rumo a cruz, encontramos nela, o Salvador que derramando seu sangue que nos redime de todo o pecado. E faz isso por amor. Amor a ti e a mim. Este amor não é encontrado em um Deus ou religiosidade qualquer, mas somente em Cristo, o caminho a verdade e a vida. Ele nos livra de nosso desespero dando sua vida por nós. Esse é o grande consolo que a Quaresma traz: Jesus te ama. Amém.

Abençoada semana.

Pr José Daniel Steimetz

Share and Enjoy !

0Shares
0 0