GREVE DE DEUS

30 de maio de 2018 by jose-daniel

“E lembrem disto: eu estou com vocês todos os dias, até o fim dos tempos”.   Mateus 28.20

Já que estamos todos “meio fora da casinha”, diante da “greve”, “paralisação”, “locaute”…, eu me fiz a pergunta: E se Deus fizesse greve? Já imaginou? Sabe aquelas coisas tipo orar quando cresce a chance de um diagnóstico complicado e ver na TV que Deus não atenderá a oração por “estar de greve”? Certamente isso geraria grande revolta em você, não é mesmo? Onde já se viu, Deus fazer greve! Isso deve ser divinamente inconstitucional. “Abaixo a greve de Deus”, seria a palavra de ordem.

Ou então, quando bater aquela vontade de ir ao culto ouvir sobre perdão, graça, salvação, desejar a Santa Ceia, e… receber um áudio no Watts dizendo que não vai ter culto. Deus paralisou suas atividades por tempo indeterminado. Isso mereceria uma intervenção do exército celestial. Embora até o presente momento, o Culto e Deus não faziam falta.

Ou ainda, ao chegar aquela hora difícil de despedida, no cemitério. Que até tem a presença do Pastor, mas aquela consoladora mensagem sobre a ressurreição não “vai rolar” devido ao “locaute” divino em curso. E Deus não o ressuscitará no último dia. Ao menos não para a vida eterna. Pois para o inferno não há restrições. Também, quem se importa, se nem o falecido se importava com a promessa da ressurreição antes da morte. Deixemos Deus fazer a sua greve em paz.

Deus faz greve? Creio feliz e firmemente que não. Mesmo sabendo que Ele ficou calado no período intertestamentário. Só de pensar, me apavorei. Na verdade, a nós é que melhor se aplica o título: “Greve de Deus”. Nós é que com facilidade não o ouvimos, não o seguimos nem fazemos a sua vontade. Isso com tal intensidade que parece que estamos fazendo greve de termos Deus em nossa vida. Creio não errar muito se afirmar que o que estamos vivendo em nosso país, é fruto da nossa greve de Deus. Se ele não é importante, porque Ele se faria presente agora? Que nação ainda se alegra com o Salmo 33:12 e afirma: “Feliz a nação cujo Deus é o Senhor, e o povo que Ele escolheu para sua herança”? Quem ainda quer ser herança do Senhor?

                Creio feliz e firmemente que Deus não faz greve. Em meio ao desalento dos nossos dias, guardo no coração as palavras de Mateus 28.20: “E lembrem disto: eu estou com vocês todos os dias, até o fim dos tempos”. Ele está sempre conosco e nos alenta com sua presença, perdão, graça e misericórdia. E nos fortalece em momentos de fragilidade com sua Palavra e Sacramentos a fim de perseverarmos na certeza do seu amor restaurador.  Certos disso enfrentemos essas tribulações sendo “sal da terra e luz do mundo” para que aqueles que estão ao nosso redor, tenham ao menos a Deus a quem recorrer Não! Deus não faz greve nem locaute. Amém.

Abençoada semana.

Pr José Daniel Steimetz

Comments are closed.