Mais do que…

2 de novembro de 2017 by otto-neitzel

Das profundezas clamo a ti, SENHOR. Escuta, Senhor, a minha voz; estejam alertas os teus ouvidos às minhas súplicas. Se observares, SENHOR, iniquidades, quem, Senhor, subsistirá? Contigo, porém, está o perdão, para que te temam. Aguardo o SENHOR, a minha alma o aguarda; eu espero na sua palavra. A minha alma anseia pelo Senhor mais do que os guardas pelo romper da manhã. Mais do que os guardas pelo romper da manhã, espere Israel no SENHOR, pois no SENHOR há misericórdia; nele, copiosa redenção. É ele quem redime a Israel de todas as suas iniquidades. Salmo 130

Trabalhar de noite e descansar de dia deve ser uma das coisas mais difíceis. Não deve ser fácil fazer o corpo se acostumar a esta nova rotina. Até mesmo Deus, quando trabalhou para criar o mundo, trabalhou de dia e descansou de noite. O Salmo 130 diz assim: A minha alma anseia pelo Senhor mais do que os guardas pelo romper da manhã.

Imagina ter que vigiar a noite toda. Ficar em um lugar parado, quase sem barulho, sem movimento, sem pessoas por perto, tendo que ficar atento porque a qualquer momento eu posso ser surpreendido por um ladrão; porque, afinal de contas, ladrão sempre vem na calada da noite, né?

Imagina o cansaço, imagina a vontade de cochilar, de descansar os olhos só um pouquinho, o medo de que alguma coisa de grave aconteça durante o meu turno. Creio que na vida de um vigia não tem momento melhor do que o amanhecer, quando então ele pode passar a guarda para o vigia da manhã e ir para casa com o sentimento de missão cumprida.

É exatamente esse o sentimento do salmista. Ou melhor, ele diz que sua alma anseia pelo Senhor mais do que os guardas pelo romper da manhã. E ainda repete, mais do que os guardas pelo romper da manhã, espere Israel, espere povo de Deus no Senhor, pois no Senhor há misericórdia, nele, copiosa redenção.

Se existe uma coisa certa nesse mundo é o sol se pôr num dia e nascer no outro. Isso nem a ciência tem como negar. Desde a criação do mundo houve dia e noite. Os dias que vivemos hoje se parecem muito com a noite de um vigia. Estamos cansados, é difícil ficar vigiando o tempo todo, a tentação de fechar nossos olhos e cochilar um pouquinho das coisas de Deus é muito forte.
Vai ser assim até o nosso último dia aqui na terra. Até o dia de passarmos a nossa guarda adiante, até o dia de sermos carregados pelos nossos familiares ao “jardim da paz”. Mas a nossa esperança não morre ali, ela é MAIS do que o romper da manhã, como o próprio salmista diz.

O salmista não fala o nome de Jesus nesse Salmo 130, mas certamente a alma dele ansiava pelo Messias prometido, ele esperava pelo Salvador. E entre os tantos outros nomes que é dado a Jesus na bíblia como Messias, Salvador, Filho do Homem etc., um tem muito a ver com a nossa função de vigias que anseiam por Jesus: Jesus, a brilhante estrela da manhã (Ap 22.16)

Podemos viver nossos dias aqui tranquilos, aproveitando cada segundo da nossa vida com nossa família, nossos amigos, nosso trabalho e bens aqui na terra, sabendo que quando a noite acabar, Jesus, a brilhante estrela da manhã, vai nos acordar lá no céu.

Feliz dia de Finados! Amém.

Otto Neitzel

Comments are closed.