Fique atento aos pequenos detalhes

24 de março de 2017 by webmaster

Ao tomarem posse da Terra Prometida os israelitas receberam instruções, através de seus líderes, para expulsar os habitantes maus daquelas terras. Mas, eles fizeram justamente o contrário: passaram a morar no meio deles e adotaram seus costumes, deixando-se influenciar em tudo, mesmo em assuntos espirituais. O resultado desta mescla foi que, “cada um fazia o que parecia reto aos seus olhos”. (Jz 21.25)

O povo de Deus hoje não é muito diferente. Muitos, declaradamente cristãos, julgam que os velhos padrões morais são antiquados. Acreditam que são capazes de saber o que é certo e errado praticando o que parece certo aos seus olhos. Dizem que se você quiser vencer na vida precisa adaptar-se ao mundo e se encaixar na nova moralidade. É aí que o “ceder” se infiltra. É nos pequenos detalhes, aparentemente insignificantes, que pode começar a derrocada do justo. Palavras como “pega leve; não tem problema seguir o fluxo; é pensamento da maioria; todos fazem; não se preocupe com coisas simples.” É por aí que o Diabo mais trabalha. Quando cedemos “no pequeno”, entramos em “algo grande” que tem poder de destruição. Salomão preveniu: “são as raposinhas que estragam as vinhas”. (Ct 2.15) E Paulo advertiu: “Aquele, pois, que pensa estar de pé veja que não caia.” (1Co 10.12)

Grandes impérios do passado ruíram qual um castelo de cartas porque não ficaram atentos aos pequenos detalhes. Sem perceber deixaram-se influenciar pelo que parecia certo aos seus olhos. Viveram para a carne e para o mundo e suas vidas espirituais, negligenciadas, desmoronaram. O que são grandes impérios? Um império é constituído de gente, de pessoas como você e eu. Foram as pessoas dos impérios que cederam nos pequenos detalhes; foram as pessoas que aceitaram como natural o que antes condenavam; foram as pessoas que não mais buscaram a face de Deus.

Fique atento aos pequenos detalhes. Um comercial dizia: “Gaste agora, pague depois.” Outro convidava: “Venha ser feliz”. Convites altamente persuasivos ao consumismo que convida nosso coração a gostar e gastar no perecível. E não é que sempre corremos atrás daquilo que o mundo diz ser o melhor? Quando sua mente está na carne e no mundo você pensa pequeno. Fique atento. Coloque em sua mente desejos pelo que não cria ferrugem, que traças não comem e ladrões não roubam. (Mt 6.19) Pense grande. Você pode. (Fp 4.13) Nós temos um Deus bondoso, misericordioso, paciente e cheio de amor. (Ne 9.17) Ele deseja, quer e pode libertar-nos dos maléficos pequenos detalhes. (Jó 42.2) Entre as mãos e a madeira da cruz onde Jesus estava pregado, estavam também os pequenos detalhes maléficos e pecaminosos, dois quais nos descuidamos e que Deus tirou de nossa vida e colocou em Cristo. “Ele foi traspassado pelas nossas transgressões e moído pelas nossas iniqüidades; o castigo que nos traz a paz estava sobre ele, e pelas suas pisaduras fomos sarados.” (Is 53.5)

Em Jesus, com fé e humildade, encontramos forças para enfrentar nossas fraquezas. (Sl 62.6) “Tu, Senhor, és nosso Pai, e desde a antiguidade te chamas Redentor.” (Is 63.16)

Guido Ruben Goerl
Pastor Emérito da IELB

Comments are closed.